18 de fevereiro de 2013

Cinema ambiental, jazz e artes plásticas na programação de Seia


Festivais de cinema ambiental, de jazz e de artes plásticas, a reedição da expedição científica à Serra da Estrela e uma exposição sobre Álvaro Cunhal fazem parte do programa cultural da Câmara de Seia para este ano.
Cinema ambiental, jazz e artes plásticas na programação de Seia
 
A programação cultural do município para 2013 foi hoje apresentada pelo presidente Carlos Filipe Camelo, numa conferência de imprensa realizada na Casa Municipal da Cultura.
Segundo o autarca, apesar dos constrangimentos económicos, o investimento municipal para o presente ano, na área da cultura, é da "ordem dos 150 mil euros", mas a autarquia apresenta "fortes e bons motivos para Seia se afirmar como uma comunidade dinâmica, numa acção estratégica de tripla dimensão: social, cultural e educativa".
Destacou a realização da nona edição do festival ‘Seia Jazz & Blues’, agendado para os dias 05, 6 e 7 de Abril, com os artistas Cristina Branco e Frankie Chavez.
"No contexto local, o festival é, sem dúvida, uma excelente oportunidade da comunidade local, com grande expressividade na área da música, tomar contacto com artistas de renome", disse Carlos Filipe Camelo.
Em maio, regressa o Festival de Artes Plásticas de Seia - ARTIS, "como factor de afirmação e valorização da comunidade artística local", desígnio "importante" da estratégia cultural, disse.
Promovido em parceria com a Associação de Arte e Imagem de Seia, proporciona aos artistas locais a oportunidade de apresentarem os seus trabalhos e estimular a criatividade, nas áreas da pintura, fotografia, escultura e música, indicou.
     

Em Outubro, a autarquia promove a 19.ª edição do Cine'Eco, festival de cinema ambiental, numa demonstração da "firme determinação em manter este evento, como principal imagem de marca de Seia, enquanto único festival de cinema de ambiente em Portugal, com a temática ambiental e que comunga a estratégia de Seia enquanto referência ambiental"
Referiu que "é inquestionável o prestígio internacional que o festival já alcançou, concorrendo habitualmente mais de 600 documentários, oriundos de mais de 30 países".
No campo da formação cultural anunciou a continuidade das ‘Jornadas Históricas’ e, a 10 de Novembro, a realização de uma exposição sobre ‘A vida, o pensamento e a luta de Álvaro Cunhal’, que assinalará o centenário do nascimento daquele político.

Nenhum comentário:

Postar um comentário